Sexta feira - IV Sem. do Saltério | 16ª Sem. do TP Comum

LAUDES


V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio.

R. Socorrei-me sem demora.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.

Como era no princípio, agora e sempre. Amém!

Hino

Luminosa, a aurora desperta
e o triunfo de Cristo anuncia.
Tu, porém, amorosa, procuras
ver e ungir o seu Corpo, ó Maria.

Quando o buscas, correndo ansiosa,
vês o anjo envolvido em luz forte;
ele diz que o Senhor está vivo
e quebrou as cadeias da morte.

Mas amor tão intenso prepara
para ti recompensa maior:
crês falar com algum jardineiro,
quando escutas a voz do Senhor.

Estiveste de pé junto à cruz,
com a Virgem das Dores unida;
testemunha e primeira enviada
és agora do Mestre da vida.

Bela flor de Mágdala, ferida
pelo amor da divina verdade,
faze arder o fiel coração
com o fogo de tal caridade.

Dai-nos, Cristo, imitarmos Maria
em amor tão intenso, também,
para um dia nos céus entoarmos
vossa glória nos séculos.

Amém.

Salmodia

 

Ant. 1 No dia primeiro da semana,
Maria Madalena veio cedo,
quando ainda estava bem escuro,
para ver a sepultura de Jesus.

Salmo 62(63),2-9


Sede de Deus
Vigia diante de Deus, quem rejeita
as obras das trevas (cf. 1Ts 5,5)

– 2Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!*
Desde a aurora ansioso vos busco!
= A minh'alma tem sede de vós, †
minha carne também vos deseja,*
como terra sedenta e sem água!

– 3Venho, assim, contemplar-vos no templo,*
para ver vossa glória e poder.
– 4Vosso amor vale mais do que a vida:*
e por isso meus lábios vos louvam.

– 5Quero, pois, vos louvar pela vida,*
e elevar para vós minhas mãos!
– 6A minh'alma será saciada,*
como em grande banquete de festa;
– Cantará a alegria em meus lábios,*
ao cantar para vós meu louvor!

– 7Penso em vós no meu leito, de noite,
nas vigílias suspiro por vós!
– 8Para mim fostes sempre um socorro;*
de vossas asas à sombra eu exulto!
– 9Minha alma se agarra em vós;*
com poder vossa mão me sustenta.

 – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Ant. No dia primeiro da semana,
Maria Madalena veio cedo,
quando ainda estava bem escuro,
para ver a sepultura de Jesus.

Ant.2  Meu coração arde no peito,
quero ver o meu Senhor!
Eu procuro e não encontro
o lugar onde o puseram. Aleluia.

No cântico que se segue o

refrão entre parênteses é opcional.


Cântico Dn 3,57-88.56

Louvor das criaturas ao Senhor
Louvai o nosso Deus, todos
os seus servos (Ap 19,5)

– Obras do Senhor, bendizei o Senhor,*
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
– Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!

R. Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Ou
R. A ele glória e louvor eternamente

– Águas do alto céu, bendizei o Senhor!*
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
– Lua e sol, bendizei o Senhor!*
Astros e estrelas bendizei o Senhor! R.

– Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!*
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
– Fogo e calor, bendizei o Senhor!*
Frio e ardor, bendizei o Senhor! R.

– Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!*
Geada e frio, bendizei o Senhor!
– Gelos e neves, bendizei o Senhor!*
Noites e dias, bendizei o Senhor! R.

– Luzes e trevas, bendizei o Senhor!*
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
–Ilhas e terra, bendizei o Senhor!*

R. Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!


– Montes e colinas, bendizei o Senhor!*
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
– Mares e rios, bendizei o Senhor!*
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor! R.

– Baleias e peixes, bendizei o Senhor!*
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
– Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!*
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

– Filhos de Israel, bendizei o Senhor!*

R. Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!


– Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!*
Servos do Senhor, bendizei o Senhor! R.

– Almas dos justos, bendizei o Senhor!*
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
– Jovens Misael, Ananias e Azarias, *

R. Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

– Ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo*
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
– Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!*
Sois digno de louvor e de glória eternamente!

No fim deste Cântico não se diz Glória ao Pai

Ant. Meu coração arde no peito,
quero ver o meu Senhor!
Eu procuro e não encontro
o lugar onde o puseram. Aleluia.

Ant.3 Chorando, Maria inclinou-se
e olhou para dentro do túmulo;
viu dois anjos vestidos de branco. Aleluia.


Salmo 149.


A alegria e o louvor dos santos
Os filhos da Igreja, novo povo
de Deus, se alegrem no seu
Rei Cristo Jesus (Hesíquio)

– 1Cantai ao Senhor Deus um canto novo,*
e o seu louvor na assembleia dos fiéis!
– 2Alegre-se Israel em quem o fez,*
e Sião se rejubile no seu Rei!
– 3Com danças glorifiquem o seu nome,*
toquem harpa e tambor em sua honra!

– 4Porque, de fato, o Senhor ama seu povo*
e coroa com vitória os seus humildes.
– 5Exultem os fiéis por sua glória,*
e cantando se levantem de seus leitos,
– 6com louvores do Senhor em sua boca*
e espadas de dois gumes em sua mão,

– 7para exercer sua vingança entre as nações,*
e infligir o seu castigo entre os povos,
– 8colocando nas algemas os seus reis,*
e seus nobres entre ferros e correntes,
– 9para aplicar-lhes a sentença já escrita:*
Eis a glória para todos os seus santos.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Ant. Chorando, Maria inclinou-se
e olhou para dentro do túmulo;
viu dois anjos vestidos de branco. Aleluia.

Leitura breve Rm 12,1-2

Pela misericórdia de Deus, eu vos exorto, irmãos, a vos oferecerdes em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus: Este é o vosso culto espiritual. Não vos conformeis com o mundo, mas transformai-vos, renovando vossa maneira de pensar e de julgar, para que possais distinguir o que é da vontade de Deus, isto é, o que é bom, o que lhe agrada, o que é perfeito.

Responsório breve

R. Já não chores, Maria:
* O Senhor ressurgiu. R. Já não chores.
V. Anuncia aos irmãos: * O Senhor.
Glória ao Pai. R. Já não chores.

 

Leituras do Bienal

Evangelho (Mt 13,10-17)

1No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus, bem de madrugada, quando ainda estava escuro, e viu que a pedra tinha sido retirada do túmulo. 2Então saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava, e lhes disse: “Tiraram o Senhor do túmulo, e não sabemos onde o colocaram”.

11Maria estava do lado de fora do túmulo, chorando. Enquanto chorava, inclinou-se e olhou para dentro do túmulo. 12Viu, então, dois anjos vestidos de branco, sentados onde tinha sido posto o corpo de Jesus, um à cabeceira e outro aos pés.

13Os anjos perguntaram: “Mulher, por que choras?” Ela respondeu: “Levaram o meu Senhor e não sei onde o colocaram”. 14Tendo dito isto, Maria voltou-se para trás e viu Jesus, de pé. Mas não sabia que era Jesus. 15Jesus perguntou-lhe: “Mulher, por que choras? A quem procuras?” Pensando que era o jardineiro, Maria disse: “Senhor, se foste tu que o levaste dize-me onde o colocaste, e eu o irei buscar”.

16Então Jesus disse: “Maria!” Ela voltou-se e exclamou, em hebraico: “Rabuni” (que quer dizer: Mestre). 17Jesus disse: “Não me segures. Ainda não subi para junto de meu Pai. Mas vai dizer aos meus irmãos: subo para junto do meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus”. 18Então Maria Madalena foi anunciar aos discípulos: “Eu vi o Senhor!”, e contou o que Jesus lhe tinha dito.

- Palavra da Salvação

- Graças e Deus!

Cântico evangélico

(Benedictus)

Lc 1,68-79

Ant. Na manhã do dia da Páscoa,
o Senhor ressuscitou e
apareceu primeiramente a
Maria Madalena. Aleluia.

 

O Messias e seu Precursor

 

–68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, *

que a seu povo visitou e libertou;

 

–69 e fez surgir um poderoso Salvador *

na casa de Davi, seu servidor,

 

–70 como falara pela boca de seus santos, *

os profetas desde os tempos mais antigos,

 

–71 para salvar-nos do poder dos inimigos *

e da mão de todos quantos nos odeiam.

 

–72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, *

recordando a sua santa Aliança

 

–73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, *

de conceder-nos 74 que, libertos do inimigo,

 

= a ele nós sirvamos sem temor †

75 em santidade e em justiça diante dele, *

enquanto perdurarem nossos dias.

 

=76 Serás profeta do Altíssimo, ó menino, †

pois irás andando à frente do Senhor *

para aplainar e preparar os seus caminhos,

 

–77 anunciando ao seu povo a salvação, *

que está na remissão de seus pecados;

 

–78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, *

que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

 

–79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *

e na sombra da morte estão sentados

– e para dirigir os nossos passos, *

guiando-os no caminho da paz.

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Na manhã do dia da Páscoa,
o Senhor ressuscitou e
apareceu primeiramente a
​Maria Madalena. Aleluia.

PRECES

Juntamente com todas as santas
mulheres, louvemos, irmãos e
irmãs, nosso Salvador; e peçamos:

R. Vinde, Senhor Jesus!

Senhor Jesus, que perdoastes à
mulher pecadora todos os seus
pecados porque ela muito amou,
– perdoai-nos também os
nossos muitos pecados.

R. Vinde, Senhor Jesus!

Senhor Jesus, a quem as santas
mulheres serviam em vossas jornadas,
– concedei-nos seguir fielmente
os vossos passos.

 

R. Vinde, Senhor Jesus!

Senhor Jesus, Mestre a quem
Maria escutava, enquanto
Marta vos servia;
– concedei-nos também vos
servirmos na fé e na caridade.

 

R. Vinde, Senhor Jesus!

Senhor Jesus, que chamastes
irmão, irmã e mãe a todos aqueles
que cumprem a vontade do Pai,
– fazei que sempre vos agrademos
em palavras e ações.

 

R. Vinde, Senhor Jesus!
 

(orações espontâneas)

Pai nosso...

ORAÇÃO

Ó Deus, o vosso Filho confiou a Maria Madalena o primeiro anúncio da alegria pascal; dai-nos, por suas preces e a seu exemplo, anunciar também que o Cristo vive e contemplá-lo na glória de seu Reino. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. AMÉM!

CONCLUSÃO DA HORA

O Senhor nos abençoe,

nos livre de todo o mal

e nos conduza à vida eterna. 
Amém.

Bendigamos ao Senhor!

Demos graças a Deus.

Voltar