Sexta feira - III Sem. do Saltério | 15ª Sem. do TP Comum

LAUDES


V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio.

R. Socorrei-me sem demora.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.

Como era no princípio, agora e sempre. Amém!

Hino

Hoje cantemos o triunfo
do guia sábio e bom pastor;
que já reina entre os eleitos
a testemunha do Senhor.

Foi sacerdote, guia e mestre
do povo santo do Senhor.
Como prelado e como sábio, 
da vida do dom lhe preparou.

Oremos para que, bondoso,
peça perdão para os faltosos,
e sua prece nos conduza
do céu aos cumes luminosos.

Poder, louvor, honra e glória
ao Deus eterno e verdadeiro,
que, em suas leis, rege e sustenta,
governa e guia o mundo inteiro.

Amém.

Salmodia

 

Ant. 1 Foi contra vós, só contra vós
que eu pequei. Ó meu Deus,
misericórdia e compaixão!

Salmo 50(51)


Tende piedade, ó meu Deus!
Renovai o vosso espírito e
a vossa mentalidade.
Revesti o homem novo (Ef 4,23-24).

–3 Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! *
Na imensidão de vosso amor, purificai-me!
–4 Lavai-me todo inteiro do pecado, *
e apagai completamente a minha culpa!


–5 Eu reconheço toda a minha iniqüidade, *
o meu pecado está sempre à minha frente.
–6 Foi contra vós, só contra vós, que eu pequei, *
e pratiquei o que é mau aos vossos olhos!


– Mostrais assim quanto sois justo na sentença, *
e quanto é reto o julgamento que fazeis.
–7 Vede, Senhor, que eu nasci na iniqüidade *

e pecador já minha mãe me concebeu.


–8 Mas vós amais os corações que são sinceros, *
na intimidade me ensinais sabedoria.
–9 Aspergi-me e serei puro do pecado, *
e mais branco do que a neve ficarei.


–10 Fazei-me ouvir cantos de festa e de alegria, *
e exultarão estes meus ossos que esmagastes.
–11 Desviai o vosso olhar dos meus pecados *

e apagai todas as minhas transgressões!


–12 Criai em mim um coração que seja puro, *
dai-me de novo um espírito decidido.
–13 Ó Senhor, não me afasteis de vossa face, *
nem retireis de mim o vosso Santo Espírito!


–14 Dai-me de novo a alegria de ser salvo *
e confirmai-me com espírito generoso!
–15 Ensinarei vosso caminho aos pecadores, *
e para vós se voltarão os transviados.


–16 Da morte como pena, libertai-me, *
e minha língua exaltará vossa justiça!
–17 Abri meus lábios, ó Senhor, para cantar, *
e minha boca anunciará vosso louvor!


–18 Pois não são de vosso agrado os sacrifícios, *
e, se oferto um holocausto, o rejeitais.
–19 Meu sacrifício é minha alma penitente, *
não desprezeis um coração arrependido!


–20 Sede benigno com Sião, por vossa graça, *
reconstruí Jerusalém e os seus muros!
–21 E aceitareis o verdadeiro sacrifício, *
os holocaustos e oblações em vosso altar!

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Ant. Foi contra vós, só contra vós

que eu pequei. Ó meu Deus,

misericórdia e compaixão!

Ant.2 Conhecemos nossas culpas,

pois pecamos contra vós.

Cântico Jr 14,17-21


Lamentação em tempo de fome e de guerra
O Reino de Deus está próximo.
Convertei-vos e crede no
Evangelho! (Mc 1,15).

–17 Os meus olhos, noite e dia, *
chorem lágrimas sem fim;
= pois sofreu um golpe horrível, †
foi ferida gravemente *
a virgem filha do meu povo!


–18 Se eu saio para os campos, *
eis os mortos à espada;
– se eu entro na cidade, *
eis as vítimas da fome!


= Até o profeta e o sacerdote †
perambulam pela terra *
sem saber o que se passa.
–19 Rejeitastes, por acaso, *
a Judá inteiramente?


– Por acaso a vossa alma *
desgostou-se de Sião?
– Por que feristes vosso povo *
de um mal que não tem cura?


– Esperávamos a paz, *
e não chegou nada de bom;
– e o tempo de reerguer-nos, *
mas só vemos o terror!


=20 Conhecemos nossas culpas †
e as de nossos ancestrais, *
pois pecamos contra vós!
– Por amor de vosso nome, *
ó Senhor, não nos deixeis!


–21 Não deixeis que se profane *
vosso trono glorioso!
– Recordai-vos, ó Senhor! *
Não rompais vossa Aliança!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Conhecemos nossas culpas,

pois pecamos contra vós.

Ant.3 O Senhor, somente ele é

nosso Deus, e nós somos o

seu povo e seu rebanho.

Salmo 99(100)


A alegria dos que entram no templo
O Senhor ordena aos que foram
salvos que cantem o hino de vitória
(Sto. Atanásio).

=2 Aclamai o Senhor, ó terra inteira, †
servi ao Senhor com alegria, *
ide a ele cantando jubilosos!


=3 Sabei que o Senhor, só ele, é Deus, †
Ele mesmo nos fez, e somos seus, *
nós somos seu povo e seu rebanho.


=4 Entrai por suas portas dando graças, †
e em seus átrios com hinos de louvor; *
dai-lhe graças, seu nome bendizei!


=5 Sim, é bom o Senhor e nosso Deus, †
sua bondade perdura para sempre, *
seu amor é fiel eternamente!

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Ant. O Senhor, somente ele é
nosso Deus, e nós somos o
seu povo e seu rebanho.

Leitura breve Hb 13,7-9a


Lembrai-vos de vossos dirigentes, que vos pregaram a palavra de Deus, e, considerando o fim de sua vida, imitai-lhes a fé. Jesus Cristo é o mesmo, ontem e hoje e por toda a eternidade. Não vos deixeis enganar por qualquer espécie de doutrina estranha.


Responsório breve


R. Colocastes sentinelas
* Vigiando vosso povo. R. Colocastes.
V. Anunciam, dia e noite, vosso nome, ó Senhor.
* Vigiando. Glória ao Pai. R. Colocastes.

Leituras do Bienal i

Evangelho (Mt 12,1-8)

1Naquele tempo, Jesus passou no meio de uma plantação num dia de sábado. Seus discípulos tinham fome e começaram a apanhar espigas para comer. 2Vendo isso, os fariseus disseram-lhe: “Olha, os teus discípulos estão fazendo o que não é permitido fazer em dia de sábado!”

3Jesus respondeu-lhes: “Nunca lestes o que fez Davi, quando ele e seus companheiros sentiram fome? 4Como entrou na casa de Deus e todos comeram os pães da oferenda que nem a ele nem aos seus companheiros era permitido comer, mas unicamente aos sacerdotes? 5Ou nunca lestes na Lei, que em dia de sábado, no Templo, os sacerdotes violam o sábado sem contrair culpa alguma?

6Ora, eu vos digo: aqui está quem é maior do que o Templo. 7Se tivésseis compreendido o que significa: ‘Quero a misericórdia e não o sacrifício’, não teríeis condenado os inocentes. 8De fato, o Filho do Homem é senhor do sábado”.

- Palavra da Salvação

- Graças e Deus!

Cântico evangélico

(Benedictus)

Lc 1,68-79

Ant. Não sois vós que falareis,
é o Espírito do Pai que em vós há de falar.

O Messias e seu Precursor

 

–68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, *

que a seu povo visitou e libertou;

 

–69 e fez surgir um poderoso Salvador *

na casa de Davi, seu servidor,

 

–70 como falara pela boca de seus santos, *

os profetas desde os tempos mais antigos,

 

–71 para salvar-nos do poder dos inimigos *

e da mão de todos quantos nos odeiam.

 

–72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, *

recordando a sua santa Aliança

 

–73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, *

de conceder-nos 74 que, libertos do inimigo,

 

= a ele nós sirvamos sem temor †

75 em santidade e em justiça diante dele, *

enquanto perdurarem nossos dias.

 

=76 Serás profeta do Altíssimo, ó menino, †

pois irás andando à frente do Senhor *

para aplainar e preparar os seus caminhos,

 

–77 anunciando ao seu povo a salvação, *

que está na remissão de seus pecados;

 

–78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, *

que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

 

–79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas *

e na sombra da morte estão sentados

– e para dirigir os nossos passos, *

guiando-os no caminho da paz.

 

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *

Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Não sois vós que falareis,
é o Espírito do Pai que em vós há de falar.

PRECES

Demos graças a Deus Pai, que no
seu amor conduz e alimenta o seu povo;
e digamos com alegria:


R. Glória a vós, Senhor, para sempre!


Pai clementíssimo, nós vos louvamos
por vosso amor para conosco,
– porque nos criastes de modo
admirável, e de modo ainda mais
admirável nos renovastes.

R. Glória a vós, Senhor, para sempre!


No começo deste dia, infundi em
nossos corações o desejo de vos servir,
– para que sempre vos glorifiquemos
em todos os nossos pensamentos e ações.


R. Glória a vós, Senhor, para sempre!


Purificai os nossos corações

de todo mau desejo,
– e fazei que estejamos sempre

atentos à vossa vontade.


R. Glória a vós, Senhor, para sempre!


Dai-nos um coração aberto às
dificuldades de nossos irmãos e irmãs,
– para que jamais lhes falte o

nosso amor fraterno.


R. Glória a vós, Senhor, para sempre!

(orações espontâneas)

Pai nosso...

ORAÇÃO

Concedei-nos, Pai todo-poderoso, que, celebrando a festa de São Boaventura, aproveitemos seus preclaros ensinamentos e imitemos sua ardente caridade. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. AMÉM!

CONCLUSÃO DA HORA

O Senhor nos abençoe,

nos livre de todo o mal

e nos conduza à vida eterna. 
Amém.

Bendigamos ao Senhor!

Demos graças a Deus.

fVoltar