1_sao_jose-20708564.jpg

São José


Em meio a Quaresma, no dia 19 de março, a Liturgia troca o roxo pelo branco especialmente para celebrar a memória litúrgica de São José, esposo da Virgem Maria e pai adotivo de Jesus.

O Santo e Doutor da Igreja, Santo Agostinho, compara os outros santos às estrelas, e São José ao Sol. Mas, por que comparar ao Sol um homem tão simples, um humilde carpinteiro como São José? Para compreendermos isso precisamos nos lembrar que, o próprio Deus confiou as suas maiores riquezas a este homem tão simples: Jesus e a Virgem Maria. Deus chamou a São José de “meu pai”, e a Rainha dos Anjos o chamou de “meu marido”. Por isso, apesar de escondida, a grandeza em São José é na verdade um grande tesouro.

Desde toda a eternidade José foi o escolhido, entre todos os homens, para ser pai adotivo de Jesus e o castíssimo esposo de Nossa Senhora. Para tanto, é claro que o Senhor abençoou São José com todas as graças necessárias para cumprir a sua missão.

 

José aceitou a vontade de Deus e assumiu Maria e seu Filho de todo o coração. Maria e José se casaram e o primeiro título que Ele recebeu no Evangelho de Mateus foi justamente esse: Esposo de Maria (cf. Mateus 1,19). A importância desse título é muito maior do que podemos imaginar.

Porém, a vida desse grande santo não está tão distante da nossa própria realidade. Além do mais, São José devotou sua vida aos cuidados de Jesus e Maria, vivendo do trabalho de suas mãos, como carpinteiro, sustentando sua família com dignidade e exemplo. Dessa forma, somos capazes de concluir que a verdadeira riqueza não está nas coisas passageiras deste mundo, mas nos bens que podem ser “acumulados” no Céu, e dentre o maior desses bens: o amor!

 

Ele foi esposo de Maria na continência do amor, no afeto recíproco e na mútua decisão de um pelo outro. Com Ele, segundo Santo Agostinho, se realizaram todos os bens de um matrimônio: o sacramento, o Filho e a fidelidade. José se associou à Santíssima Mãe de Deus por meio do vínculo conjugal mantendo uma forte união e fidelidade entre ambos.